Dez Livros que mudaram o mundo



De Charles Darwin a William Shakespeare, de Cervantes a Freud. Todos eles escreveram obras fundamentais. Veja a seguir 10 livros que, por sua forma ou conteúdo, mudaram o mundo.

BÍBLIA


A Bíblia aparece nesta seleção porque, ao ser impressa por Gutenberg em sua prensa de tipos móveis, inaugurou um novo jeito de fazer livros. Se antes eles tinham de ser produzidos artesanalmente, a partir dos anos 1450 foi possível imprimi-los em massa, ou seja, foi possível propagar o conhecimento.  

TEATRO COMPLETO, DE WILLIAM SHAKESPEARE


Impossível eleger um trabalho de William Shakespeare, morto há 400 anos. Fiquemos, então, com todas as suas peças. Seus personagens espelham sentimentos e comportamentos, paixões e potencialidades, enfim, tudo o que nos move, para o bem ou para o mal.

D. QUIXOTE, DE MIGUEL DE CERVANTES


Publicado em 1605, é considerado o primeiro romance moderno e a principal obra de ficção da história da literatura universal. O livro que ganhou novas traduções para o português recentemente conta a história do engenhoso fidalgo Dom Quixote e de seu fiel escudeiro Sancho Pança.

CEM ANOS DE SOLIDÃO, GARCÍA MÁRQUEZ


Depois de 'D. Quixote', este é considerado o segundo melhor livro de ficção da história. O autor colombiano narra a incrível e triste história dos Buendía – a estirpe de solitários para a qual não será dada “uma segunda oportunidade sobre a terra” - e apresenta o maravilhoso universo da fictícia Macondo, onde se passa este romance que é uma verdadeira enciclopédia do imaginário.

A INTERPRETAÇÃO DOS SONHOS, SIGMUND FREUD


Foi com este livro que Freud inaugurou a psicanálise e mudou para sempre a maneira como o ser humano percebe a si mesmo. Além das novas perspectivas lançadas sobre a natureza e os significados dos sonhos - antes considerados resquícios da vida diurna -, neste estudo revolucionário Freud postula uma instância até então desconhecida da psique humana: o inconsciente.

O SEGUNDO SEXO, DE SIMONE DE BEAUVOIR


Publicado em 1949 e atemporal, obra vendeu 22 mil exemplares em Paris apenas na semana do lançamento. A autora aborda os fatos e os mitos da condição da mulher e a analisa em todas as suas dimensões: sexual, psicológica, social e política. Uma obra fundamental, que inaugurou um novo modelo de pensamento sobre a mulher na sociedade.

A ORIGEM DAS ESPÉCIES, DE CHARLES DARWIN



Charles Darwin apresentou aos seus primeiros leitores as teorias da seleção natural, dando início a discussões fervorosas sobre o tema. Apesar das acirradas polêmicas, as teses do evolucionismo permanecem até hoje, e o nome de Darwin ficou gravado na história.

OS ELEMENTOS, DE EUCLIDES


Escrito na Alexandria por volta de 300 AC, esta obra composta por 13 livros reúne tudo o que os gregos sabiam sobre geometria à época, incluindo o Teorema de Pitágoras. É a obra sobre matemática mais importante de todos os tempos não por causa do assunto, mas pelo seu método revolucionário. O livro inventou a forma como matemáticos fazem matemática.

OS ANALECTOS, DE CONFÚNCIO


Escritos há mais de 2.400 anos, esses aforismos abordam temas como lealdade familiar, virtude moral, hierarquia e política. Obra oferece uma reflexão sobre como viver e é um guia para o entendimento da cultura chinesa (mas que serve, também, para o Ocidente).

O CAPITAL, DE KARL MARX



Em 1867, Karl Marx apresentou o mundo este livro, cujos argumentos embasariam desde agitações políticas e movimentos operários até revoluções. O conceito da luta de classes marcou o desenvolvimento da sociologia, da política e da filosofia.

Postar um comentário
Assinar: Postar comentários (Atom)
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...