Solução simples para evitar a ressaca


Cientistas encontram solução simples para acabar com a ressaca.

Diversas equipes científicas têm se dedicado ao estudo de algo relativamente comum em nossa sociedade: o mal-estar causado pelo consumo excessivo de álcool. Mas, até hoje, ainda não haviam chegado a nenhuma conclusão definitiva. 

Desta vez, entretanto, a história pode ser diferente, pois um grupo de pesquisadores australianos anunciou a descoberta de um antídoto simples e muito eficaz para evitar a ressaca: a pera. Eles afirmam que o consumo de pera ou do suco dessa fruta antes da ingestão de bebidas alcoólicas evita os efeitos nocivos do álcool, como a perda de memória e a dificuldade de concentração. 

Os cientistas da Australian Broadcasting Corporation constataram que o suco de pera ajuda a metabolizar o álcool no sangue, o que reduz os sintomas da ressaca, embora ainda não tenha sido provado que ele também possa ter o mesmo resultado com a embriaguez. 

Vale destacar que a descoberta evita a ressaca, mas não traz sua cura: ou seja, a pera deve ser ingerida antes do álcool, e não depois. “Uma vez com ressaca, não há provas que [a pera] vá lhe fazer algum bem”, explica Manny Noakes, chefe da pesquisa.

Depois de milhares de anos de bebedeira, a humanidade, finalmente, encontrou a solução para a ressaca de maneira mais simples. Nossos ídolos da história que o digam. Eles sim devem ter passado por maus bocados em épocas quando a ciência ainda não era tão avançada como hoje.

 
Refrigerante contribui para curar a ressaca. 
MITO: o refrigerante apenas deixa a pessoa mais hidratada, mas não previne nem cura ressaca. O gás também não traz mais conforto ao estômago. Quando há irritação gástrica e vômitos intensos, refrigerantes podem agravar o quadro, assim como qualquer ingestão hídrica em grande volume. 


Água de coco ajuda a vencer a ressaca. 
VERDADE: ajuda a curar a ressaca por hidratar e repor glicose, potássio e fósforo perdidos na desidratação pelo etanol. 


Ressaca melhora com isotônicos. 

VERDADE: podem ser úteis no tratamento da ressaca pelo teor de eletrólitos, essenciais na reposição dos sais minerais. Os isotônicos têm elevado conteúdo de sódio, mas ingeri-los em situações pontuais não traz problema. 

Gengibre reduz enjoos da ressaca. 
VERDADE: ajuda a combater a náusea, azia e má digestão. Vale fazer chá, incluir no suco de melancia ou até chupar bala de gengibre, apesar de não haver comprovação científica


Ovo cru cura ressaca. 
MITO: os especialistas alertam que ovos crus podem ter salmonela, bactéria que causa infecções. Mas o ovo cozido pode ajudar a combater a ressaca por conter um aminoácido chamado cisteína, que contribui para eliminar do organismo o acetaldeído, subproduto do etanol. 



Hortelã ajuda a vencer a ressaca. 

MITO: a planta é popularmente conhecida como digestivo, mas a evidência científica é baixa. Como qualquer outro chá, pode ajudar apenas como hidratante.



Cavalinha contribui para combater a ressaca. 
VERDADE – Chá de cavalinha ajuda a combater a ressaca por ser digestivo. É recomendada a adição de açúcar para repor a glicose e beber água além de qualquer chá, pois os chás são diuréticos. Mesmo assim, não há comprovação científica

Ressaca melhora com o consumo de carboidratos. 
VERDADE: se os sintomas permitirem, alimente-se com carboidratos como pão e macarrão, que são convertidos em glicose pelo organismo e ajudam a repor o açúcar.

Um copo de cerveja pode rebater a ressaca.  
MITO: beber cerveja ou outra bebida alcoólica não ajuda a curar a ressaca, nem é recomendável, pois o organismo precisa se desintoxicar. As pessoas que fazem isso, na verdade, não estão de ressaca e são aquelas que têm uma grande tolerância ao álcool.

Suco de tomate ajuda a combater a ressaca. 
PARCIALMENTE VERDADE: os especialistas afirmam que não é recomendado, pois é muito ácido para o estômago. Não se sabe o motivo, mas a bebida temperada com uma pitadinha de sal ajuda muita gente. 

Fumar piora a situação. 
VERDADE: fumar pode piorar qualquer situação já calamitosa. Geralmente, quando há abuso do álcool, há  também do tabaco. Ele piora a náusea, as agressões ao estômago e a oxigenação do sangue.

Um remédio antes e outro depois de beber funciona. 
MITO: não existe nenhum medicamento com comprovação científica para prevenir a ressaca. Na melhor das hipóteses diminuem os sintomas


Montagem e edição: JF Hyppólito
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...