A história do refrigerante


O refrigerante é uma bebida rica em corantes e conservantes que contém grande quantidade de açúcar, exceto nas versões light e diet que apresentam menor quantidade. Essa bebida nossa de cada dia com certeza é bem melhor do que as bebidas mais estranhas do mundo. Possui aroma sintético de fruta e gás carbônico. O refrigerante surgiu em 1676 em Paris, numa empresa que misturou água, sumo de limão e açúcar.

Naquela época, não havia ainda descoberto a água misturada ao gás carbônico. Em 1772, Joseph Priestley realizou experiências acrescentando gás em líquidos, mas foi somente comercializado em 1830. Nessa época, os farmacêuticos tentavam associar ingredientes farmacêuticos às bebidas gaseificadas.

Joseph Priestley - John Pemberton  - Caleb Bradham 

Em 1886, o farmacêutico John Pemberton de Atlanta criou uma mistura de cor caramelo e juntou a água carbonatada (gasosa). Frank Robinson, contador de Pemberton batizou a bebida de Coca-Cola e escreveu a próprio punho. A partir daí o nome da bebida passou a ser escrito da forma com que o recebeu de Robinson. Era vendida na farmácia por USD 0,05 para ajudar na digestão. 

A Coca-Cola chegou ao Brasil em 1941, sendo produzida na cidade de Recife.

Em 28 de agosto de 1898, o farmacêutico Caleb Bradham criou a Pepsi-Cola na Carolina do Norte com a finalidade de revigorar, rejuvenescer e ajudar na digestão. Seu nome foi tirado com base em seus principais ingredientes, a pepsina e as nozes de cola. A Pepsi chegou ao Brasil em 1953.

Porque as garrafas de 290 ml são chamadas de KS?


O tão falado ”KS” dito em bares e restaurantes quando você pede um refrigerante, significa King Size. Traduzindo para o português seria Tamanho Real/Padrão. A embalagem de vidro de 290ml era a medida certa para matar a sede de uma pessoa.

Até o início da década de 1990, as garrafas de vidro eram facilmente encontradas nos principais supermercados brasileiros. Contudo, com a praticidade da garrafa PET, as garrafas de vidro desapareceram do mercado, retornando nos últimos 10 anos.

O vidro é um material impermeável e de grande inércia química, ou seja, demora anos para interagir quimicamente com o conteúdo. Por isso você sente que o refrigerante é mais gostos nessa embalagem. Por ter um índice de porosidade inferior ao do alumínio e da PET, é bem mais eficiente na hora de reter o gás carbônico que sai do refrigerante.


A garrafa KS retornou ao mercado para suprir o aumento no consumo de refrigerantes em embalagens individuais. Portanto, sempre que você ouvir seu amigo pedindo uma Coca Cola KS, você saberá de onde vem este nome, que tenho certeza que já lhe deixou curioso em saber o que significa.


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...