A história do símbolo @ Arroba


A origem do símbolo @ remete-nos para a Idade Média, numa altura em que os copistas eram quem escrevia os livros. Para simplificarem o seu trabalho, estes profissionais da escrita costumavam substituir letras, palavras ou nomes próprios por símbolos, sinais e abreviaturas, havendo porém um outro motivo muito importante de ordem económica: naquela época o papel e a tinta eram raros e muito caros. 

Nesse sentido experimentaram entrelaçar duas letras e desse modo criaram o símbolo @ com o intuito de substituir a preposição latina “ad” que tinha, entre outros, o significado de “casa de”.

Com o aparecimento da imprensa no século XV, os copistas foram desaparecendo mas o símbolo por eles criado continuou sempre a ser usado nos livros de contabilidade ligados ao comércio.

Era normalmente usado entre os números referentes à quantidade de mercadoria e ao preço da mesma. Como exemplo, o registo contabilístico 20@£5 significava 20 unidades de um produto ao preço de 5 Libras cada unidade. Nesse tempo, em Inglaterra, o símbolo @ já era conhecido como “at” (significando “a” ou “em”).


No século XIX, nos portos da Catalunha, o comércio e indústria tentavam imitar os tipos comerciais e as medidas dos ingleses. Mas como os espanhóis desconheciam o o significado atribuído pelos ingleses ao símbolo @, supuseram que seria uma unidade de peso. Para terem chegado a essa suposição existiram duas coincidências:

– Naquela época, a unidade comum de peso para os espanhóis era a arroba, cuja inicial lembrava a forma do símbolo @.

– As mercadorias desembarcadas vinham frequentemente em fardos de uma arroba.
Por volta de 1874 começaram a ser comercializadas nos Estados Unidos as primeiras máquinas de escrever e o seu teclado também possuía o símbolo comercial @, que acabou mais tarde por ser também implementado nos teclados dos computadores.

No que diz respeito ao correio electrónico, a utilização do @ nos endereços de e-mail foi introduzida no início dos anos setenta por Ray Tomlinson, que enviou a si mesmo a primeira mensagem de correio electrónico.

Embora existam diversas teorias sobre os motivos que levaram este engenheiro americano a utilizar o @, a explicação mais razoável parece ser a que o próprio apresenta: pretendia um símbolo já existente nas máquinas de escrever e nos computadores, que fosse muito pouco utilizado e que não fosse usado em nomes de pessoas.

É também interessante verificar as designações dadas ao símbolo @ nos diferentes países:


Em alguns deles usam-se analogias com animais. Em italiano é “chiocciola” (caracol), em sueco “snabel” (tromba de elefante) e em holandês “apestaart” (rabo de macaco). Em alguns idiomas chega a ter o nome de um doce com forma circular. Em Israel é “shtrudel” e na Áustria é “strudel”. Já em português e espanhol é conhecido como “arroba”.

Pesquisa/Montagem/Edição: JF Hyppólito
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...