Top Dez nomes da história do Jazz


O Jazz é um dos gêneros musicais mais celebrados do mundo. Nascido no início do século XX em Nova Orleans, o ritmo foi criado pela comunidade negra da região. Vinda da África, essa parcela da população encontrou no ritmo um refúgio para o tratamento dispensado por seus senhores. Ao longo do século passado, inúmeros nomes foram imortalizados na galeria de figuras emblemáticas do jazz. Cantoras, trompetistas, pianistas... A lista é vasta. E a redação do Guia da Semana listou dez figures emblemáticas do gênero para você relembrar. Tem Miles Davis, Bille Holiday, Chet Baker, Ella Fitzgerald e muito mais. Veja ...


DIZZY GILLESPIE
Ao lado do também seminal Charlie Parker – um dos grandes nomes do Bebop, subgênero do Jazz que traz melodias mais rápidas e grupos com menos integrantes, formando trios ou quartetos. Na década de 1940, Gillespie passou a incorporar elementos latinos e africanos ao jazz. Era conhecido por ficar sempre com as bochechas inchadas ao tocar seu trompete. Morreu em 1993.

BILLIE HOLIDAY
Uma das vozes femininas mais importantes do Jazz, Bille Holiday teve infância sofrida, como a maioria dos grandes nomes.Nascida na Pensilvânia, Billie mudou aos 14 anos para Nova York trabalhou lavando chão de casas de prostituição e posteriormente também acabou se prostituindo. Iniciou carreira musical década de 1930 bares do Harlem. Viciada heroína morreu jovem, aos 44 anos, em 1959.

CHET BAKER
Ele elevou a melancolia do Jazz a níveis nunca vistos. Exímio trompetista, nunca se afastou de confusões. Viciado em heroína, Chet já sofreu diversos espancamentos por conta de dívidas com traficantes. As porradarias renderam a perda de vários dentes. Sem se preocupar muito com vaidade, o músico não ligava para a “banguela”. Para alguns especialistas, a falta dos dentes lhe rendia notas únicas ao tocar seu trompete. Ícone “cool”, Chet morreu aos 58 anos, em 1988.


EDWARD ELLINGTON
Nascido em Washington, Edward Ellington é um dos pianistas mais importantes do jazz em todos os tempos. Seu primeiro contato com o instrumento que o consagrou aconteceu aos sete anos de idade. Ellington foi mordomo da Casa. Se mudou para Nova York ao lado do grupo The Whashingtonians em 1923 e, a partir daí, ganhou o mundo. Morreu em 1974.

ELLA FITZGERALD
Considerada por muitos a cantora mais importantes do século XX, Ella nasceu na Virgínia em 1917. Teve uma infância problemática e perdeu a mãe cedo, vítima de infarto em 1932. Após problemas com a polícia e internação num reformatório, a diva fez sua estreia nos palcos aos 17 anos, em 1934, no Teatro Apollo, no Harlem. Ao longo das décadas, Ella se consagrou como uma das figuras femininas mais importantes do Jazz. Morreu em 1996, aos 79 anos.

JOHN COLTRANE
Vida curta e intensa. John Coltrane viveu a melancolia do Jazz em sua realidade. Após largar a marinha em 1946, aos 20 anos, Coltrane iniciou seu ciclo no Jazz. Fez parte da banda de Miles Davis por anos, apesar dos problemas de convivência entre os dois causados pelo vício de Coltrane em heroína. Só passou a investir em carreira solo aos 33 anos. Morreu em 1967, aos 40 anos.

LOUIS ARMSTRONG
é praticamente um bandeira do Jazz em todo o mundo. Um dos nomes mais lembrados quando falamos do gênero, Armstrong participou, em 1917, da primeira gravação de jazz para uma grande plateia. Exímio trompetista, ganhou destaque no fim de sua vida como crooner, por conta de sua voz grave e marcante. “What a Wonderful World” é um de seus grandes sucessos. Armstrong morreu em 1971.


MILES DAVIS
Uma das figuras emblemáticas do jazz em todos os tempos, Miles Davis tem em seu trompete uma fonte inesgotável de melodias marcantes. Seu primeiro contato com o instrumento se deu aos 12 anos, mas só começou a ler partituras aos 16. Criou um gênero importante do Jazz, o “Cool Jazz”, o trompetista lançou “Kind of Blue”, um dos álbuns importantes de todos os tempos, em 1959. Miles Davis morreu em 1991.

NINA SIMONE
Nina Simone foi uma diva do Jazz com engajamento social. Um incansável combatente do racismo, cantou no enterro de Martin Luther King. Dona de uma voz marcante sofrida, foi pioneira ao incorpororar elementos do Blues e do R&B ao Jazz. Morreu em 2003, aos 70 anos.



SARAH VAUGHAN

Sarah Vaughan diva do Jazz. Nascida em Newark, Nova Jersey, em 1924. Iniciou sua trajetória ilegalmente, ainda na adolescência, tocando piano e cantando em clubes da sua cidade natal. Em 1943, Sarah teve sua primeira oportunidade: abriu shows de Ella Fitzgerald. Ao longo dos anos, teve contato direto com nomes da nossa música, como Wilson Simonal e Milton Nascimento. Sarah morreu em 1990, aos 66 anos.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...