Romã reduz colesterol e previne o envelhecimento


Tanto faz como você come. Seja direto na casca, como suco, chá ou até fazendo comidas e molhos com ela, a romã se apresenta como um fruto versátil e muito flexível para ser consumida. De acordo com alguns nutricionistas, nem a casca dela precisa ser dispensada, tampouco as sementes, uma vez que é nelas que os nutrientes e outros compostos que nos fazem bem se encontram.

A nutricionista Vivian Goldberger conta quais são os principais nutrientes e substâncias presentes na fruta que beneficiam a nossa saúde. “Ela é composta por vitaminas do complexo B, que auxiliam a circulação; vitamina A, que deixa a pele bonita e ajuda a visão; vitamina C, que beneficia o sistema imunológico e contém ácido fólico, que melhora a saúde cardiovascular”, diz ela.

Mas é importante não exagerar no consumo, limitando a quantidade diária a duas frutas por dia, porque, como ela diz, “a fruta concentra alguns componentes que podem atrapalhar a absorção de nutrientes e até mesmo causar desconforto gástrico”. Portanto, nada de abusos!

Benefícios que a romã pode trazer para a nossa saúde

· As substâncias da romã podem diminuir o colesterol ruim (que é o LDL) e também o colesterol total, que são os grandes inimigos do nosso coração, estando presentes em listas de fatores de risco para doenças cardíacas;

· Previne diabetes, obesidade, hipertensão e outras doenças associadas. Isto acontece porque a fruta é um ótimo antioxidante, possuindo mais de oitenta fotoquímicos que nos ajudam a nos prevenir destes males;

· Ela ajuda a prevenir o envelhecimento das células por causa da sua ação antioxidante, o que mantém a pele saudável e firme;

· A fruta ajuda a fortalecer o sistema imunológico, fazendo com que nos tornemos mais resistentes a gripes, alergias, viroses e outras doenças oportunistas;

· Em pacientes portadores de fibromialgia, a romã é importante aliada, porque atua como desinflamante dos tecidos, diminuindo a dor;

· Também tem ação anticancerígena por ter em sua composição os ácidos gálico, elágico e protocatequínico, que ajudam a barrar as moléculas que danificam a estrutura celular e que, consequentemente, causam câncer.


Agora que você já conheceu o que tanto há de bem oriundo da romã, que tal aprender a fazer uma receita? A nutricionista Vivian Goldberger ensina a fazer um suco de romã e ainda acrescenta que “de acordo com o herbário chinês, o suco de romã aumenta a longevidade. No Brasil um chá à base de casca de romã está sendo consumido pelos seguidores da medicina alternativa como antibiótico natural”.

Fonte: ARTE BLOG
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...